Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Programa de televisão põe a nu ignorância de deputados italianos

Uma televisão resolveu interrogar deputados italianos sobre questões da atualidade e cultura geral. As respostas são... o melhor é ver.

Interrogados sobre diferentes personalidades e questões da atualidade, os políticos italianos não ficam bem na fotografia. Ou, em concreto, não estão a ficar bem nos vídeos elaborados para o programa "Le Iene" (hienas), transmitido no canal "Italia 1".

Entre a atrapalhação de alguns deputados e as certezas, apesar dos disparates, exibida por outros, as respostas chegam a ser hilariantes.

Massimo Donadi, vice-presidente do partido Centro Democrático não chega a perceber a pergunta da repórter e deixa por responder a dúvida "Quem era Francisco?", numa alusão a São Francisco de Assis e ao nome escolhido pelo novo Papa. Já o deputado Gustavo Selva, da Aliança Nacional, falha redondamente a identidade do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, ao dizer que o nome pertence a "um líder militar muçulmano iraquiano".

Ticiano Arlotti, do Partido Democrático, assegura que Seul fica na Coreia do Norte, enquanto o seu colega de partido, Gian Mario Fragomeli, se esquiva assim a comentar o caso Vatileaks: "Eu não quero comentar coisas que não conheço bem, sobre as quais só conheço o ponto de vista jornalistico".

Mas há mais respostas "ao lado" e vale a pena ver o excerto de um dos  vídeos já exibidos. Bashar al-Assad, Presidente do Líbano? Medvedev uma figura proeminente da Comissão Europeia? Há políticos italianos convencidos que sim.