Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Porto, Gaia e Matosinhos criam frente comum

Presidentes das três autarquias da frente atlântica do Porto assinaram hoje uma carta de compromisso estratégico de desenvolvimento e captação de apoios transmunicipal.

Isabel Paulo

Isabel Paulo

Jornalista

Rui Moreira, Guilherme Pinto e Eduardo Vítor Rodrigues anunciaram hoje a criação de uma futura associação, que funcionará como "uma ferramenta transmunicipal para implementar uma estratégia de políticas territoriais" em áreas comuns aos três municípios.

A carta de Compromisso dos Municípios da Frente Atlântica do Porto identifica como áreas de interesse comum a promoção turística, a convergência social, a mobilidade, a rede de equipamentos culturais e educacionais ou ainda áreas de candidatura conjunta na formação e emprego.

Segundo Rui Moreira, a promoção económica conjunta da frente atlântica é outro dos fatores que une as três autarquias, que "ganharão ao aproveitar sinergias e escala na gestão de recursos próprios e fundos públicos".

Liga de Cidades em embrião

Para os três autarcas, não faz sentido duplicar e triplicar esforços, em concorrência, como aconteceu no passado, em projetos de desenvolvimento económico comuns, que podem vir a beneficar de candidaturas a fundos no âmbito do próximo Quadro Comunitário de Apoio 2014/20.

A proposta das iniciativas de convergência será apresentada em meados de março, advertindo Rui Moreira que outros municípios poderão no futuro integrar esta plataforma institucional, embrião "da Liga de Cidades" que equacionou vir a formar na tomada de posse como presidente da Câmara do Porto.