Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Palácio da Bolsa atrai cada vez mais turistas

Visitantes provenientes de mais 40 países fazem do Palácio da Bolsa um dos edifícios patrimoniais mais procurados da cidade do Porto.

Bárbara Matias

Mais de 220 mil turistas escolheram o Palácio da Bolsa, no Porto, como local de paragem obrigatória em 2013. Foram sobretudo estrangeiros, provenientes de França, Espanha, Alemanha e Brasil, e representam um aumento de 10 por cento nas visitas em relação ao último ano.

Em comunicado, a Associação Comercial do Porto, sediada naquele espaço, faz saber que este é um dos monumentos mais procurados da cidade.

"O número de visitas ao Palácio cresceu significativamente face a 2012, traduzindo a crescente procura turística do Porto e consolidando o palácio como uma das principais atrações da cidade", lê-se no documento.

O monumento nacional, classificado pela UNESCO como Património da Humanidade, recebeu visitas de turistas de mais de 40 países e de proveniências tão distantes como a Tailândia, Indonésia, Malásia ou Singapura.

O número de visitantes portugueses (perto de 29 mil) foi ultrapassado pelos franceses (que passaram os 46 mil), em 2013.

Espanhóis, brasileiros, italianos e norte-americanos representam também os turistas estrangeiros que consideraram o Palácio da Bolsa local de interesse durante as visitas à cidade invicta.

De acordo com a Associação Comercial do Porto, estes números não contabilizam a afluência a congressos, conferências, concertos, feiras e eventos, que em 2013 proporcionaram a passagem de 80 mil pessoas pelo Palácio.

Entre os dias 22 de fevereiro e 3 de março, o Palácio da Bolsa não receberá visitas de turistas devido à realização da Essência do Vinho - Porto.