Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Paciente morre depois de receber pulmões de fumador

Britânica de 28 anos morre três meses depois de ter recebido transplante de dois pulmões sem saber que eram de um doador que fumava há 30 anos.

Lyndsey Scott, doente com fibrose cística, morreu de pneumonia três meses depois de ter recebido um transplante de dois pulmões. Lyndsey não sabia que se tratavam dos pulmões de um doador que fumava há três décadas.

Chris Rudge, um cirurgião de referência do Reino Unido, mostrou-se a favor da decisão do transplante, defendendo que os pacientes devem ser informados de que não estão a receber um órgão "novo em folha".

Em entrevista à BBC, acrescentou que "os pulmões de um fumador podem funcionar perfeitamente".

Scott advogou que devia ser dada mais informação às famílias dos pacientes sobre a doação de órgãos antes de estas aceitarem um transplante.

A família mostrou-se "horrorizada" quando soube da origem dos órgãos e já avançou para uma queixa em tribunal.