Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

NASA estreia-se em missões oceanográficas

Mais de 40 cientistas passarão cinco semanas no mar para estudar as propriedades físicas, químicas e biológicas da água e do gelo que cobre o Oceano Ártico.

A NASA anunciou hoje que vai lançar na próxima semana a sua primeira missão totalmente consagrada à investigação oceanográfica, para estudar o gelo que cobre o Oceano Árctico. 

A missão da agência espacial norte-americana já foi batizada, tendo recebido o nome de Icescape, o acrónimo em inglês de Impactos do Clima sobre os Ecossistemas e a Química do Oceano Árctico. 

O início está marcado para 15 de junho a bordo do quebra gelos norte-americano Healy. 

Gelo vulnerável?

Mais de 40 cientistas passarão cinco semanas no mar a bordo do Healy para estudar as propriedades físicas, químicas e biológicas da água e do gelo árticos e tentar determinar se as mudanças observadas na região afetam a composição química e o ecossistema do oceano. 

Em 2009, um estudo baseado em dados recolhidos por um satélite da NASA mostrara que a espessura da camada de gelo do Oceano Árctico tinha diminuído espetacularmente entre os invernos de 2004 e 2008 e que a extensão coberta pelo gelo antigo e espesso diminuíra o equivalente à superfície do Alasca.

O gelo do Oceano Árctico constitui agora "uma camada fina com uma espessura entre 1,5 e 3 metros, que é realmente vulnerável à mudança climática", afirmou hoje Don Perovich, um dos cientistas da missão Icescape. 

Prever mudanças climáticas

Um dos objetivos da missão consistirá em determinar se as mudanças no Árctico são suscetíveis de alterar a sua capacidade de absorver o carbono da atmosfera. 

O dióxido de carbono, um gás com efeitos de serra, é uma das principais causas da mudança do clima e os cientistas procuram estabelecer como funciona o ciclo do carbono em diferentes partes do mundo para poderem prever as próximas mudanças climáticas. 

A missão Icescape será realizada principalmente ao largo do Alasca.

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.