Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Mulher sofre acidente e fica com libido insaciável

Um dano num nervo da pélvis, provocado por um acidente de automóvel, mudou para sempre a vida de Joleen Baughman: aos 39 anos sente um "insuportável" desejo sexual... 24 horas por dia.

Paula Cosme Pinto (www.expresso.pt)

Uma libido insaciável está a tornar a vida de Joleen Baughman "insuportável". Aos 37 anos sofreu um acidente de automóvel, onde danificou um nervo da pélvis que controla o desejo. Agora, dois anos depois, a vontade de ter relações sexuais é permanente e insaciável.

Esta norte-americana, mãe de duas crianças, revela o seu descontentamento. "É insustentável. Por vezes basta o roçar da roupa para ficar excitada", conta a mulher ao jornal Telegrapah. "Consegue ser muito embaraçoso e dificulta-me a capacidade de concentração".

Os sintomas inesperados começaram a fazer-se notar seis meses depois do acidente. Inicialmente Joleen e o marido desfrutaram com prazer do redobrado desejo, mas rapidamente perceberam que, por mais relações sexuais que tivessem, ela nunca ficava saciada. "Estava encantada e achava que finalmente tinha o desempenho sexual que o meu marido sempre quisera", conta Joleen. "Chegávamos a fazer três vezes por noite, mas eu tinha sempre ainda mais vontade a seguir".

Após consultar um médico, foi-lhe diagnosticado síndrome de excitação sexual persistente. Esta "condição rara" é provocada pelos danos de um nervo na pélvis, localizado muito perto da genitália. A explicação médica tranquilizou Joleen Baughman, que considera "extenuante sentir desejo 24 horas por dia". "Fiquei contente por saber que não se tratava de uma questão psicológica", conclui a mulher. "Pensava que era eu que estava ficar maluca".