Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Morreu Solomon Burke

O cantor e compositor soul morreu hoje no aeroporto de Schipol, em Amesterdão. A polícia holandesa promete esclarecimentos sobre a morte do artista para mais tarde. (Veja os vídeos no fim do texto)

O cantor e compositor soul Solomon Burke, 70 anos, faleceu hoje no aeroporto de Schipol que serve Amesterdão, anunciou a Polícia holandesa.

Robert van Kapel porta-voz da Polícia holandesa, citado pelas agências AP e AFP, confirmou a morte do artista hoje, referindo que serão dados posteriormente todos os esclarecimentos.

O cantor norte-americano apresentar-se-ia terça-feira num conhecido clube da capital holandesa.

Burke compôs vários êxitos, entre eles, "Everybody needs somebody to love" recebeu um Grammy e o seu nome integra o Rock and Roll Hall of Fame, e é apontado como introdutor do ritmo gospel nas músicas de soul e rock & roll.

Solomon Burke nasceu em Filadélfia (Pensilvânia) no seio de uma família católica. O cantor começou por ser pregador e, posteriormente, apresentador de um programa de música gospel numa rádio, com Martin Luther King, Jr.

Presença constante nos tops

Na década de 1960 os seus singles tiveram presença constante nos tops norte-americanos. O seu primeiro álbum, "Solomon Burke" foi editado em 1962 pela Apollo.

Este ano editou o álbum "Nothing's Impossible", apresentou-se pela primeira vez no Japão e realizou uma digressão por países europeus durante julho e agosto.

Ao longo da carreira editou cerca de 45 álbuns, além de ter colaborado em vários discos de outros artistas e coletâneas.

"Down in the valley", e "Cry to me", foram outros dos êxitos que compôs, tendo as suas composições sido interpretadas por nomes como Otis Redding, ou Rolling Stones.

Tom Waits, Bob Dylan, Brian Wilson, Elvis Costello, Van Morrison, Eric Clapton, Ben Harper e Keb'Mo', foram alguns dos compositores que escreveram para Burke que colaborou com Dolly Parton, Emmylou Harris e Gillian Welch.

Leia mais no site da Blitz