Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Morreu Luís Goes

Fadista faleceu hoje, aos 79 anos, em Mafra. Luís Goes era considerado um dos maiores vultos do fado de Coimbra. O funeral será amanhã, em Coimbra.

O fado de Coimbra está de luto. Luís Goes, que hoje faleceu em Mafra, onde residia, era considerado a melhor voz e o melhor intérprete dos últimos 50 ou 60 anos.O velório de Luiz Goes realiza-se hoje, na igreja de Santo António, no Estoril. O fadista será sepultado amanhã em Coimbra, como era sua vontade.

"É uma grande perda, era um grande poeta, um grande músico e um grande homem", sublinha Rui Pato, acompanhante de vários destacados intérpretes da canção de Coimbra, entre eles o trovador José Afonso.

Rui Pato recorda ainda "o grande amigo" e o homem, empenhado na cidadania e nos valores democráticos. Nascido em 1933, em Coimbra, Luís Fernando de Sousa Pires de Goes licenciou-se em Medicina, tendo exercido a profissão de médico estomatologista em paralelo com a carreira artística.

Iniciou-se no fado por influência do tio paterno, Armando Goes, contemporâneo de Edmundo Bettencourt, António Menano, Lucas Junot, Paradela de Oliveira, Almeida d'Eça e Artur Paredes.