Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Morreu Aquilino Ribeiro Machado

Engenheiro, militante e co-fundador do PS, Aquilino Ribeiro Machado foi o primeiro presidente da Câmara Municipal de Lisboa democraticamente eleito. Tinha 82 anos.

Aquilino Ribeiro Machado era filho do escritor Aquilino Ribeiro e neto de Bernardino Machado, último Presidente da I República. Foi o 60º presidente da Câmara de Lisboa, eleito como cabeça de lista do seu partido, cargo que exerceu entre 1977 e 1980.

"A ele lhe devo ensinamentos éticos e morais de que não esquecerei". "Era acima de tudo um homem bom e livre", escreveu no Facebook o antigo diretor do Expresso,  Henrique Monteiro.

Foi deputado na Assembleia da República na I e II legislaturas pelo círculo de Lisboa.

Filho de Jerónima Dantas Machado e de Aquilino Ribeiro, cujos restos mortais estão no Panteão Nacional de Santa Engrácia, o seu pai foi um dos romancistas mais fecundos da primeira metade do século XX. O autor de "Jardim das Tormentas" foi também jornalista e ativista político.

Nasceu em 1930 na  Ile de France, ano em que o seu pai lançou o romance "O Homem que Matou o Diabo". Aquilino Ribeiro participara na revolta de Pinhel em 1928 ( movimento militar do Regimento de Pinhel, que foi abortado), e tendo fugido do presídio do Fontelo, em Viseu, refugiou-se em Paris (onde casa com Jerónima Machado), sendo  julgado à revelia em Tribunal Militar em Lisboa, e condenado.

Ainda não tinha um ano quando foi juntamente com família para a Galiza. Mas já em 1932 passou a residir em Portugal, para onde o pai regressou clandestinamente, sendo depois amnistiado.