Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Morreu António José de Brito

Filósofo português morreu hoje, no Porto, aos 85 anos.

O filósofo António José de Brito, considerado um dos maiores pensadores portugueses do século XX, morreu hoje aos 85 anos na sua casa no Porto, disse à Lusa fonte da família.

Professor catedrático jubilado da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, foi considerado "um dos maiores pensadores portugueses vivos" na década de 1990 por António Braz Teixeira, então presidente da Imprensa Nacional Casa da Moeda, instituição que publicou dois livros do filósofo.

A sua obra mereceu também elogios de outros pensadores portugueses, como Eduardo Lourenço. Em 2008, numa edição da Zéfiro apoiada nomeadamente pela Fundação de Ciência e Tecnologia e pela Universidade do Porto, António José de Brito foi alvo de um livro de homenagem sob a coordenação de António Braz Teixeira, Celeste Natário e Renato Epifânio.

O corpo de António José de Brito estará em câmara ardente na Igreja das Antas, Porto, seguindo na segunda-feira às 15h para o cemitério do Prado do Repouso, na mesma cidade, onde vai a enterrar.