Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Morreu a soprano Montserrat Figueras (vídeos)

A cantora  catalã Montserrat Figueras foi uma das fundadoras do coro La Capella Real de Catalunya e do agrupamento Hespèrion XXI. Era casada com o  músico e maestro Jordi Savall. (Vjea vídeos no final do texto)

Maria Luiza Rolim (www.expresso.pt)

A soprano Montserrat Figueras, que dedicou grande parte da carreira à música antiga, morreu hoje aos 63 anos em Barcelona. O seu falecimento foi confirmado pela Fundação Centro Internacional de Música Antiga (CIMA).

Montsserrat era especializada em música antiga e foi uma das fundadoras do coro La Capella Real de Catalunya e do agrupamento Hespèrion XXI, criados como veículos de resgate do repertório musical europeu pré-romântico.

Integrou ainda o grupo de música antiga Ars Musicae, de Barcelona, com o qual interpretou obras dos mais importantes compositores espanhóis do século XVI.

Artista pela paz

Nascida em Barcelona em 1948, era casada com o músico e maestro Jordi Savall, presidente da CIMA, com quem participou em todos os seus projetos musicais.

Monserrat Figueras e Jordi Savall foram eleitos em 2008 "Artistas pela Paz" pela UNESCO e fundaram a editora Alia Vox, dedicada à edição de música antiga.

A soprano recebeu em 2003 o título de dama da Ordem das Artes e das Letras de Espanha. Foi ainda distinguida com o Grand Prix de la Nouvelle Académie du Disque e o Grand Prix de l?Academie Charles Cros.

Gaspar Fernandes e Frei Filipe da Madre de Deus são alguns dos compositores portugueses dos séculos XVI-XVII que Montserrat Figueras interpretou.

"Cançons de la Catalunya milenária - Planys & llegendes" foi o último disco editado da soprano, acompanhada pelos filhos, Arianna e Ferran Savall, e dos músicos sempre presentes nas formações criadas por si e por Jordi Savall, o harpista Andrew Lawrence-King, o regente e flautista Pedro Memelsdorff, o tangedor e guitarrista Rolf Lislevand, além do cravista e regente, fundador da orquestra Concerto Italiano, Rinaldo Alessandrin.