Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Lixo de Nova Iorque à venda em cubos!

Um designer norte-americano resolveu meter lixo dentro de um cubo transparente e depois... vender. A ideia teve sucesso!   

Imagine que vai a Nova Iorque e não sabe o que trazer de recordação para um amigo mais arrojado? A solução pode ser uma embalagem com lixo do designer Justin Gignac

Tudo começou há quase dez anos. Um dia Gignac, iniciou uma discussão com os colegas acerca da importância de embalagens de design. Se a embalagem fosse tão importante quanto o seu conteúdo, talvez possibilitasse a venda de um artigo que ninguém gostaria de comprar, defendeu. Os colegas mantiveram-se descrentes e para provar que tinha razão Gignac resolveu pôr mãos à obra. A única forma de o demonstrar era colocar dentro de uma embalagem alguma coisa que ninguém quisesse comprar. Ao olhar para o centro da cidade de Nova Iorque durante alguns minutos, a resposta foi óbvia: lixo.

Justin desenvolveu caixas de acrílico à prova de cheiros, recheou-as com lixo que apanhou nas ruas da cidade, numerou e passou a vendê-las. Foi um sucesso. Hoje, já são mais de 1.200 cubos espalhados pelo mundo, alguns com edição especial, tais como os cubos com lixo recolhido durante a inauguração do estádio dos Yankees, ou durante o reveillon de 2008 em Times Square. Inicialmente, começou por vender os pequenos pacotes cúbicos a 10 dólares, mas rapidamente a procura aumentou e hoje vende cada "New York City Garbage" por 50.