Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

CTT vão ajudar a distribuir manuais escolares reutillizados

Criados a partir de 2011, há bancos de manuais escolares reutilizados a funcionar nos locais mais diversos - desde floristas a cabeleireiros

Nuno Botelho

Protocolo entre Correios e Movimento Reutilizar vai garantir a entrega de livros em segunda mão, de forma gratuita.

Terminado o ano letivo, qualquer pessoa que não saiba o que fazer aos manuais escolares de que já não precisa poderá entregá-los num balcão dos Correios e ter assim a garantia de que chegarão ao Movimento Reutilizar, que promove a criação e divulgação de bancos de recolha e partilha gratuita de livros escolares.

A embalagem e o envio dos manuais não terão qualquer custo. O protocolo que será assinado na próxima terça-feira entre os CTT e o Reutilizar vai permitir reforçar o stock dos mais de 150 bancos de livros.

Criados a partir de 2011, há bancos a funcionar nos locais mais diversos - desde floristas a cabeleireiros. Este movimento de cidadãos tem já pelo menos um representante em cada capital de distrito. O funcionamento dos bancos de troca de manuais escolares é completamente informal - as entregas não implicam registos nem dinheiro, bastando um espaço e alguma disponibilidade.  

As "embalagens solidárias" vão estar disponíveis em qualquer uma das 623 lojas dos CTT.