Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Chinês libertado depois de suposta vítima aparecer viva

Zhao Zuohai passou dez anos na prisão até que a pessoa que supostamente matou apareceu viva.

João Oliveira (www.expresso.pt)

Zhao Zuohai foi libertado depois de Zhao Zhenshang, a suposta vítima, ter regressado a casa a 30 de Abril, avança o "China Daily".

O antigo prisioneiro deverá receber cerca de 35 mil euros de compensação, enquanto decorre uma investigação à acusação.

Os familiares reclamam que Zhao Zuohai teria cicatrizes e marcas, causados pelos agentes policiais para obter uma confissão do então suspeito.

Zhao Zhenshang desapareceu em 1997, depois de ter discutido com Zuohai. A alegada vítima confessou ao "Daily China" que fugiu por ter atacado Zuohai, receando tê-lo matado.

China luta contra violência e abuso de autoridade

A China tem tomado medidas para denunciar o abuso de autoridade por parte das forças policiais, tendo estipulado exemplos em que os polícias podem ser acusados.

Em 2005, um trabalhador governamental recebeu mais de 50 mil euros depois de ter passado onze anos na prisão por ter alegadamente matado a sua mulher. A esposa afirmou mais tarde que a polícia torturou o marido para obter uma confissão falsa.