Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

António Maria Pereira (1924-2008)

Morreu o advogado e antigo deputado à Assembleia da República pelo PSD, António Maria Pereira. Era dono de uma editora de livros online, "Parceria A.M.Pereira", e acérrimo defensor do fim das touradas. O corpo ficará em câmara ardente na Basílica da Estrela a partir das 18h de amanhã. A missa de corpo presente terá lugar no dia 30, seguindo o funeral para o cemitério do Alto de São João. (Em actualização)

Maria Luíza Rolim

Era sócio fundador da Sociedade de Advogados PLMJ - A.M.Pereira, Sáragga Leal, Oliveira Martins, Júdice e Associados.

Em comunicado divulgado no site da agência, a PLMJ diz que "a sua visão, pioneirismo e dedicação conduziram à fundação e afirmação de uma das primeiras Sociedades portuguesas que em breves anos se tornou a maior Sociedade de Advogados em Portugal, tendo assim dado um contributo determinante para a institucionalização, especialização e internacionalização da Advocacia nacional". 

António Maria Pereira, que no próximo dia 12 completaria 85 anos, licenciou-se em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa em 1948 e inscreveu-se na Ordem dos advogados em 1950. 

Como Advogado participou activamente na Ordem dos Advogados e a nível internacional exerceu funções de Presidente da Direcção da Secção Portuguesa da Comissão Internacional de Juristas, em 1984.

Foi também um político empenhado e activo principalmente na área das Relações Internacionais. Deputado à Assembleia da República onde foi Presidente da Comissão Parlamentar dos Negócios Estrangeiros entre 1991 e 1995, e membro do Comité Político da Assembleia Parlamentar da NATO. Exerceu também funções na Secretaria de Estado da Cultura e no grupo Inter-Ministerial para a Revisão dos Direitos de Autor. 

Na área das Relações Internacionais, foi Delegado de Portugal na OMPI- Organização Mundial da Propriedade Intelectual e na UNESCO, de 1975 a 1987, presidente do Conselho Fiscal da Câmara do Comércio Internacional e vice-presidente da Câmara do Comércio e Indústria Luso-Espanhola. Distinguiu-se, ainda, como Mandatário Autorizado do IHMI-Instituto de Harmonização do Mercado Interno   

Destacou-se na luta pela defesa dos Direitos do Homem, quer antes, quer depois do 25 de Abril. Foi, também, um defensor activo dos Direitos dos Animais.

Foi membro de várias organizações, tais como a IBA-International Bar Association, presidente da Secção Portuguesa "Direito e Justiça", da International Lawers Network, da Association Internationale des Avocats e, ainda, da American Bar Association.  

Foi, também, membro honorário da Comissão Internacional da Florida Bar Association, membro da Direcção da Câmara de Comércio e Indústria Luso-Alemã entre 1977 e 1979, da qual foi também presidente da Assembleia entre 1980 e 1986. Pertenceu à direcção do American Club of Lisboa..

Autor de vários e importantes trabalhos jurídicos e de intervenção política, foi agraciado com a Ordem de Cavaleiro, com a Legião de Honra, Mérito e Economia Nacional pela República Francesa e com a Condecoração de Mérito de Primeira Classe pela República Alemã.

Dia 28, em Lisboa, de causa natural.