Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Português morto à punhalada em Londres

Wilham Mendes, de 25 anos, era pugilista amador e morreu no norte da capital britânica. Terá sido apunhalado várias vezes durante um assalto no sábado, tendo a sua identidade sido revelada segunda-feira à noite

Pedro Cordeiro

Pedro Cordeiro

Editor da Secção Internacional

Um português foi morto à punhalada numa ruela do norte de Londres na manhã de sábado, anunciou na véspera de Natal, segunda-feira à noite, a polícia da capital britânica. Wilham Mendes, pugilista amador que vivia no Reino Unido desde 2015, terá morrido durante um assalto.

O homem de 25 anos foi encontrado pouco depois da uma da manhã de dia 22, em Albert Place, no bairro de Tottenham, onde residia. Tinha vários ferimentos causados por arma branca. Levado para um hospital londrino, foi declarado morto menos de uma hora depois.

“A investigação preliminar da minha equipa estabeleceu a possibilidade de Wilham ter sido esfaqueado durante um assalto”, explicou Glen Lloyd, da Polícia Metropolitana de Londres, pedindo colaboração a qualquer pessoa que possa ter informação sobre o sucedido, “ainda que seja um pormenor muito pequeno”. A autópsia deverá acontecer nos próximos dias.

Mais de 130 mortes violentas

A polícia deteve, no domingo, dois adolescentes suspeitos de serem responsáveis pela morte. Os rapazes de 15 e 16 anos, estão detidos para interrogatório, mas Lloyd explica que “a investigação prossegue”. O agente frisou a tragédia de “um jovem inocente e promissor que foi brutalmente assassinado na rua”.

Em 2018 mais de 130 pessoas perderam a vida de forma violenta em Londres. O diário “The Sun” escreve que este ano nunca houve um período de mais de 16 dias sem um homicídio na capital do Reino Unido.