Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Fenprof entrega postais de protesto ao Governo

A Fenprof entrega hoje ao Governo milhares de postais de apoio à luta dos professores e promete endurecer a luta. Um aviso que surge depois de ter terminado sem acordo mais uma reunião com o Ministério da Educação. Cerca de 150 professores desfilaram esta quinta-feira até à presidência do Conselho de Ministros, em Lisboa, onde entregaram 20.520 postais a defender investimento na educação e apoio na luta dos docentes para recuperação do tempo de serviço

Os professores concentraram-se por volta das 11h00 em frente à Basílica da Estrela, de onde saíram cerca das 12:15, depois de ouvirem o discurso do secretário-geral da Fenprof, Mário Nogueira, que considerou a reunião de quarta-feira entre os sindicatos e o Ministério da Educação uma "vergonha", "uma encenação barata" e "um absurdo".

  • Fenprof sobre reunião no Ministério da Educação: “foi uma verdadeira anedota”

    A reunião desta quarta-feira entre os sindicatos dos professores e o Governo sobre a recuperação do tempo de serviço congelado terminou sem acordo. Os professores vão agora pedir nova reunião com o Presidente da República. À saída do encontro, o secretário-geral da Fenprof foi perentório ao afirmar que a reunião negocial “foi um absurdo, uma verdadeira anedota”, que não trouxe nada de novo à negociação com os professores, mantendo-se o braço-de-ferro com o Governo