Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Mau tempo. Queda de árvore mata condutor em Ourém

Miguel Vidal

Proteção Civil registou 121 ocorrências em 12 horas devido a queda de árvores, desabamentos e inundações.

A morte de um condutor devido à queda de uma árvore, em Ourém (Santarém) é o incidente mais grave provocado pelo mau tempo deste sábado.

Segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro de Santarém. o vento forte e a chuva intensa terão feito tombar a árvore de grandes dimensões, que atingiu o carro ligeiro. O condutor seguia sozinho.

No seu último comunicado, a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) registara 121 ocorrências relacionadas com o mau tempo até ao meio deste sábado. O acidente de Ourém registou-se já na tarde de sábado.

O distrito do Porto foi o mais afetado (33 ocorrências), sem haver registo de feridos ou danos materiais relevantes.

Segundo um responsável da ANPC citado pela Lusa as ocorrências envolveram 363 operacionais e 155 veículos. A seguir ao Porto, Viseu (18) e Coimbra (16) foram os distritos mais sofreram com o mau tempo.

A maior parte dos incidentes está relacionada com queda de árvores e estruturas, limpeza de vias, inundações e desabamentos.

No Porto, a queda de uma árvore de médio porte cortou durante algumas horas o acesso à ponte da Arrábida. O incidente complicou o trânsito mas não provocou danos.

Alerta amarelo

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) emitiu este sábado um aviso amarelo, o terceiro menos grave numa escala de cinco, para 16 distritos de Portugal continental devido à previsão de chuva forte e agitação marítima no domingo.

De acordo com o IPMA, os distritos de Bragança, Viseu e Évora estão sob aviso amarelo entre as 9 horas e a meia-noite de domingo devido à previsão de períodos de chuva, persistente, por vezes forte.

Nos distritos da Guarda, Setúbal, Castelo Branco e Portalegre, o aviso vigora entre as as 6 e as 21 horas, Já em Santarém e Vila Real o alerta entra mais cedo: entre as 3 horas até às 21 horas.

Os distritos do Porto, Viana do Castelo, Lisboa, Leiria, Aveiro, Coimbra e Braga vão lidar com chuva persistente, por vezes forte (entre as 3 e 9 horas de domingo) e uma forte agitação marítima (entre as 6 horas e as 12 horas).