Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Mau Tempo. Leslie já passou pela Madeira

Arquipélago continua em alerta máximo

O furacão Leslie "já passou" pelo arquipélago da Madeira sem causar danos para além de "pequenas ocorrências" como a queda de árvores. Agora, a proteção civil espera que as condições atmosféricas comecem a melhorar durante a tarde, mas todos os dispositivos de alerta continuam mobilizados até ás 18h e ainda são esperadas fortes rajadas de vento na região

A passagem do Leslie pela Madeira não provocou danos nem vítimas, apesar da chuva intensa e do vento forte.

"O período mais crítico do furacão Leslie já passou", disse à Lusa o diretor do Observatório Meteorológico da Madeira, Victor Prior, adiantando que o Leslie segue, "agora a caminho do território continental", onde deverá chegar pelas 18h00

O arquipélago ainda espera "algumas rajadas potencialmente mais fortes e alguma precipitação, mas nada de preocupante, acrescenta Victor Prior.

A alteração da trajetória do furacão "facilitou bastante" a situação para a região, ma as autoridades já estavam preparadas para a "trajetória errática do Leslie"
José Dias admitiu que se registaram algumas quedas de árvores, considerando serem "pequenas ocorrências relacionadas com um dia de inverno".

Na Madeira, foram registadas rajadas entre os 100 e os 120 quilómetros nas zonas montanhosas. Na zona do Aeroporto da Madeira -Cristiano Ronaldo as rajadas atingiram os 94 km/hora, afetando as ligações aéreas e, até às 18h00 o aeroporto deve continuar condicionado. Algumas companhias decidiram encerrar dezenas de voos programados para hoje.

A chuva foi especialmente intensa no Pico do Arieiro (42,2 milímetros).