Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Risco máximo de incêndio em 60 concelhos de 11 distritos do continente

MIGUEL A. LOPES/LUSA

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou em risco máximo de incêndios cerca de 60 concelhos de onze distritos de Portugal continental

Cerca de 60 concelhos de onze distritos de Portugal continental estão hoje em risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). Estão sob este alerta os distritos de Vila Real, Bragança, Viseu, Aveiro, Santarém, Coimbra, Guarda, Castelo Branco, Portalegre, Beja e Faro. O IPMA colocou ainda vários concelhos dos 18 distritos de Portugal continental em risco muito elevado e elevado de incêndio.


O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, que podem variar entre o "reduzido" e o "máximo". O cálculo é feito com base nos valores observados às 13h00 em cada dia relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.


O Instituto Português do Mar e da Atmosfera prevê para hoje no continente céu pouco nublado ou limpo, apresentando períodos de maior nebulosidade na região norte durante a tarde, com possibilidade de ocorrência de períodos de chuva fraca no Minho. O vento soprará fraco a moderado de noroeste, tornando-se moderado a forte, por vezes com rajadas até 60 km/h, no litoral a norte do Cabo Raso e nas terras altas a partir da tarde, e sendo moderado de leste no Algarve até final da manhã.


As previsões apontam ainda para uma descida da temperatura máxima, em especial nas regiões norte e centro.
As temperaturas máximas previstas para hoje são de 28 graus centígrados em Lisboa, 31 em Beja, 28 em Faro, 22 em Bragança, 20 no Porto