Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Criada uma letra que ajuda os estudantes a memorizar a matéria

O princípio subjacente é o da ‘dificuldade desejável’. Se a leitura não for demasiado fácil, isso obriga uma pessoa a concentrar-se

Luís M. Faria

Jornalista

Dificuldade em estudar? Problemas em decorar matéria? Um grupo de designers tem a solução. Ou pelo menos uma contribuição para ela. Trabalhando em colaboração com psicólogos, criaram um novo tipo de letra –uma fonte, como se diz em design – que é suposto ajudar os estudantes a fixarem aquilo que leem.

A fonte chama-se “Sans Forgetica”. ‘Sans’ aparece no nome de muitas fontes e refere-se à ausência de serifas, aqueles pequenos traços que se veem na ponta de fontes tradicionais; ‘Forgetica’, obviamente, é uma alusão ao verbo forget (esquecer).

A nova fonte, concebida “usando os princípios da psicologia cognitiva para nos ajudar a recordar melhor as notas de estudo”, assenta na constatação de que um pouco de dificuldade na leitura visual de um texto ajuda uma pessoa a concentrar-se no que ele diz e, portanto contribui, para a memorização.

Os psicólogos falam em “dificuldade desejável” – um grau de dificuldade apenas suficiente para produzir o efeito em questão. Parece difícil de provar, mas testes efetuados sobre 400 estudantes – o Sans Forgetica foi comparado com o Arial, outra fonte sem serifa – mostraram uma vantagem de 7% na taxa de retenção de informação, a favor do Sans Forgetica.

Foi apenas uma diferença entre 50% e 57%. Mas pode ser vital para muita gente em vésperas de um exame. A investigação e a criação da fonte têm origem na Universidade RMIT, em Melbourne. A nova fonte é de acesso livre a qualquer pessoa AQUI.