Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Médicos fiscalizam hospitais privados

Marcos Borga

Inspeções vão começar em breve e serão especialmente focadas no atendimento nas Urgências

O aviso será de véspera, por cortesia. Os hospitais privados vão ser palco de visitas dos responsáveis da Ordem dos Médicos, desde logo do próprio bastonário. As inspeções serão realizadas nos moldes das ações levadas a cabo no Serviço Nacional de Saúde e, também como na rede pública, pretendem fazer um levantamento sobre as condições da prestação de cuidados.

Sem adiantar por onde vai começar, o bastonário Miguel Guimarães afirma apenas que a Urgência é um dos focos principais. No caso, as condições concretas em que os doentes são tratados, por exemplo se há ou não especialistas em presença física e de que áreas médicas.

Miguel Guimarães revela que a Ordem não tem problemas referenciados nas unidades privadas, contudo “há questões relativas ao Serviço de Urgência”. Segundo o bastonário, muitos hospitais, incluindo alguns dos maiores, publicitam o atendimento a doentes urgentes mas com os médicos de chamada, isto é, sem estarem no hospital. Para o bastonário, este expediente não é benéfico para a qualidade da assistência e é necessário saber onde existe, alertar e informar a população.