Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Homicídio de triatleta. Suspeitos vão ser ouvidos em tribunal esta sexta-feira à tarde

Os dois suspeitos, a mulher do tripulante e o homem com que “mantinha uma relação próxima”, vão ser presentes ao juiz no Tribunal de Vila Franca

A mulher de Luís Grilo e o amante vão ser esta sexta-feira à tarde ouvidos no tribunal de Vila Franca. A audição dos dois suspeitos da morte do triatleta deve acontecer entre as 13h e 14h, apurou o Expresso.

Na quarta-feira ao final do dia, a Polícia Judiciária deteve a mulher de Luís Grilo e um homem, cuja identidade não foi revelada, e que se sabe apenas ser um oficial de justiça de 42 anos com quem a mulher mantinha “uma relação próxima”. Estão indiciados pela prática dos crimes de homicídio qualificado, profanação de cadáver e detenção de arma proibida.

As autoridades acreditam que o crime pode ter sido premeditado, uma vez que tudo indica ter havido “muito mais do que o simples impulso”.

Luís Grilo, de 50 anos, foi dado pela mulher como desaparecido em 16 de julho, tendo na altura sido encetadas várias buscas para o encontrar. O cadáver foi encontrado em 24 de agosto perto de Alcôrrego, num caminho de terra batida junto à Estrada Municipal 1070, por um popular que fazia uma caminhada na zona. Antes, o telemóvel da vítima tinha sido encontrado nos Casais da Marmeleira, a seis quilómetros de casa, já no concelho de Alenquer, numa zona onde costumava treinar.

O triatleta terá morrido um dia antes de ser dado como desaparecido.