Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Taxistas recebidos pelo assessor económico de Costa

RODRIGO ANTUNES/ Lusa

Ao sexto dia de protesto, os motoristas de táxi marcharam até ao Terreiro do Paço, onde pediram para serem recebidos pelo primeiro-ministro

Os motoristas de táxi foram esta segunda-feira recebidos pelo assessor económico do primeiro-ministro, apurou o Expresso junto de fonte do gabinete do chefe de Governo. Depois de uma marcha até ao Terreiro do Paço, em Lisboa, que demorou cerca de 45 minutos, representantes do sector entraram na residência oficial de António Costa.

O protesto que já dura há seis dias, culminou agora numa marcha entre os Restauradores e o Terreiro do Paço. Já passava das 15h quando os motoristas de táxi chegaram ao local onde se encontra temporariamente a residência do primeiro-ministro. Sem encontro marcado com Costa, a ANTRAL e a Federação Portuguesa do Táxi tentaram ser recebidas e conseguiram.

Já no sábado os representantes da classe foram recebidos pelo chefe da Casa Civil da Presidência da República, mas continua prevista também para esta segunda-feira uma audiência com os assessores económicos de Marcelo Rebelo de Sousa.

Em causa está a lei que regula as plataformas eletrónicas de transporte.

Os taxistas estão concentrados desde as 15h30 na Praça do Comércio onde cantaram o hino nacional, assim como outras frases de luta.

"Somos táxi", "Costa escuta, os táxis estão na luta", "Não desistimos", "Plataformas ilegais não pagam impostos em Portugal", "Costa agora, ou tens que ir embora" gritaram os profissionais do sector do táxi.

Para quarta-feira está agendada uma nova marcha até à Assembleia da República, coincidindo com a presença do ministro do Ambiente - que tutela o sector - no plenário.

  • Taxistas desfilam hoje até ao Terreiro do Paço para uma vigília em frente ao gabinete de António Costa

    Os taxistas cumprem esta segunda-feira o sexto dia consecutivo de protestos e continuam a exigir ser recebidos pelo primeiro-ministro. Hoje, o grupo de profissionais concentrados em Lisboa prepara-se para descer dos Restauradores até ao Terreiro do Paço, a partir das 14h30 e começar uma vigília em frente ao atual gabinete de trabalho de António Costa. O repórter Diogo Torres falou esta manhã com o dirigente da ANTRAL, Florêncio Almeida