Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Gerês em chamas

“O fogo lavra com intensidade e há dificuldades na colocação de meios na frente de fogo, só acessível a viaturas ligeiras e pessoal apeado”

Um incêndio florestal, de grandes dimensões, está a consumir uma área de paisagem protegida, no Parque Natural da Peneda Gerês. No local estão já duas centenas de bombeiros, “mas há complicações devido aos acessos, havendo grande dificuldade em colocar homens na frente de fogo”, relatou uma fonte ao Expresso.

O alerta foi dado durante a tarde, cerca das 18 horas, para uma área junto à divisão dos distritos de Vila Real e Braga, junto a São Ane, no concelho de Montalegre.

De acordo com fonte da Proteção Civil “o fogo lavra com intensidade e há dificuldades na colocação de meios na frente de fogo, só acessível a viaturas ligeiras e pessoal apeado”. A “lentidão” na colocação de meios de reforço, e as elevadas temperaturas que se fizeram sentir durante o dia, fizeram com que o fogo alastrasse a uma área florestal e ganhasse alguma dimensão”, que chegou a sobressaltar a pequena aldeia de Ane, mas os bombeiros acreditam que consigam dominar o fogo nas próximas horas”, aproveitando “a frescura da madrugada para a contenção das chamas”.

Até segunda feira todo o país está em alerta, devido à continuação de temperaturas elevadas e a garantia da Proteção Civil é que irá ser mantido o reforço de meios neste incendio, que é já considerado o maior do ano no Gerês, incluindo a possibilidade de empenho de meios aéreos ao nascer do dia, que já foram colocados de prontidão.