Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Marco António Costa envia denúncia anónima sobre Tancos para a PGR

nuno botelho

Documento refere-se a uma alegada transferência de material de guerra para os paióis de Tancos mais de um ano depois do assalto e já depois da desativação do local

O presidente da Comissão de Defesa, o deputado do PSD Marco António Costa, enviou para a Procuradoria-Geral da República (PGR) uma denúncia anónima sobre uma alegada transferência de material de guerra para Tancos, que teria tido lugar há dois meses, sensivelmente nove meses depois da concluída a desativação dos paióis e mais de um ano após o assalto.

Uma notícia avançada pelo "Observador" e confirmada pelo Expresso. O Parlamento enviou o documento para a PGR após este ter chegado à Comissão de Defesa Nacional durante a semana passada. “No dia 7 de julho (sexta-feira à tarde), mais de uma tonelada de material pirotécnico foi transportado [sic] do Regimento de Engenharia 1 (RE1) para os Paióis Nacionais de Tancos”, refere o texto a que o "Observador" teve acesso.

De acordo com o jornal online, a denúncia chegou aos deputados no início da semana, na altura da audição ao Ministro da Defesa, Azeredo Lopes. Marco António Costa confirma ao Expresso que enviou o documento para a PGR. Mas não faz comentários sobre o que está lá escrito. "Os órgãos criminais farão agora uma avaliação de mérito sobre o conteúdo do documento", afirma.

Há uma semana, Marcelo Rebelo de Sousa afirmou ter uma “forte esperança” que as conclusões da investigação criminal ao desaparecimento do arsenal de Tancos sejam conhecidas dentro “de dias ou de semanas – e não de meses”.