Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

12 bebés mortos encontrados em caixas e sacos de plástico no Quénia

Foram descobertos pelo governador de Nairobi durante uma visita-surpresa a um hospital

Luís M. Faria

Jornalista

Doze bebés foram encontrados mortos num hospital em Nairobi, capital do Quénia. Estavam dentro de sacos de plástico e de caixas de cartão. Ao que parece, morreram todos durante o fim de semana, num período em que a eletricidade esteve desligada. A descoberta macabra surgiu durante uma visita-surpresa efectuada pelo governador de Nairobi, Mike Sonko.

"A conduzir uma visita surpresa ao Hospital de Pumwani, onde membros do público alegam que a administração desligou as máquinas na Ala da Maternidade, levando à perda de vidas infantis", tweetou Sonko. "Isto é uma questão de polícia. Não se podem perder 12 bebés num dia".

Vários responsáveis do hospital foram imediatamente suspensos, incluindo um membro da administração e o ginecologista que estava de serviço. O governador prometeu castigar os culpados, mas o caso ilustra a crise que o sistema de saúde do país atravessa. A situação proporciona todo o género de teorias. Rumores sobre tráfico de crianças e troca de bebés já começaram a circular.