Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Táxis. ANA avisa passageiros para transportes públicos alternativos no aeroporto de Lisboa

Horacio Villalobos - Corbis/Getty

ANA apela aos passageiros para “que procurem chegar ao aeroporto com maior antecedência, informando-se previamente sobre alternativas de transportes públicos disponíveis, no quadro do reforço de serviços de e para o aeroporto de Lisboa”

A ANA -- Aeroportos de Portugal avisou nesta terça-feira os passageiros para procurarem chegar na quarta-feira, "com maior antecedência", ao Aeroporto Humberto Delgado, devido à anunciada concentração de táxis em Lisboa, informando-se sobre alternativas de transportes públicos disponíveis.

"Está marcada para amanhã, 19 de setembro, uma concentração de táxis na cidade de Lisboa, com previsíveis condicionamentos de tráfego nas principais vias da cidade e diminuição do serviço de táxis na região de Lisboa", salientou, em comunicado, a empresa gestora da infraestrutura aeroportuária. Perante este cenário, a ANA apela aos passageiros para "que procurem chegar ao aeroporto com maior antecedência, informando-se previamente sobre alternativas de transportes públicos disponíveis, no quadro do reforço de serviços de e para o aeroporto de Lisboa".

Os taxistas manifestam-se quarta-feira em Lisboa, Porto e Faro contra a entrada em vigor, em novembro, da lei que regula as quatro plataformas eletrónicas de transporte que operam em Portugal -- Uber, Taxify, Cabify e Chaffeur Privé. Este é o quarto grande protesto, desde 2015, contra as plataformas que agregam motoristas em carros descaracterizados, cuja regulamentação foi aprovada, depois de muita discussão, no parlamento, em 12 de julho.

A legislação foi promulgada pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, em 31 de agosto. A entrada em vigor acontece em 1 de novembro, mas o setor do táxi marcou a manifestação precisamente com a intenção de que esta não venha a ser aplicada.