Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Morangos retirados dos supermercados australianos por contaminação com agulhas de costura

DANIEL LEAL-OLIVAS/ Getty Images

Várias marcas foram contaminadas. Quem tiver informações que ajudem na descoberta do suspeito pode receber uma recompensa até 100 mil dólares australianos, cerca de 61 mil euros

Morangos estão ser retirados das prateleiras dos supermercados por toda a Austrália – à exceção da região ocidental. A recolha foi ordenada após terem sido descobertos morangos contaminados com agulhas de costura, ou seja, no interior do fruto estava escondida uma agulha. Esta segunda-feira, as autoridades anunciaram que um suspeito já foi identificado, no entanto, o Governo regional de Queensland continua a oferecer uma recompensa de 100 mil dólares australianos (cerca de 61 mil euros) a quem tiver informações sobre a origem do problema.

“Independentemente de quem seja o responsável, não está apenas a colocar em risco as famílias de Queensland ou a Austrália, está a colocar em risco toda a indústria. Apelo a quem tiver qualquer informação relevante sobre este incidente que contacte rapidamente a polícia”, referiu AnnastaciaPalaszczuk, presidente da região de Queensland e ministra do Comércio.

Os australianos têm estado em alerta depois de terem sido detetados morangos com agulhas no seu interior em supermercados de Victoria, Nova Gales do Sul e Queensland. Um homem, refere a BBC, chegou a ter de ser assistido no hospital, depois de ter comido um fruto contaminado. Também uma criança de nove anos trincou um morango destes, mas não engoliu a agulha.

Segundo a estação britânica, terá sido após Joshua Gane publicar nas redes sociais que um amigo sentiu fortes dores abdominais após comer morangos, que o caso ganhou a atenção das autoridades.

Entretanto, na quarta-feira, o departamento de Saúde Pública de Queensland emitiu um alerta no seguimento da contaminação, aconselhando os australianos a cortarem os morangos ao meio antes de os comerem. As autoridades estão a investigar.

“Como indústria, temos a certeza de que as agulhas não estão a vir dos produtores”, disse à ABC Neil Handasyde, presidente da Associação de Produtores de Morangos na Austrália Ocidental. “Estamos a investigar de várias maneiras possíveis”, acrescentou.

A indústria dos morangos australiana gera um volume de negócios em redor de 130 milhões de dólares australianos (78 milhões de euros, aproximadamente) por ano.