Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Tempestade Helene. Rajadas de vento até 150 km/h nos Açores

Ilhas do Corvo e das Flores serão as mais afetadas pela tempestade tropical Helene. Meios da proteção civil dos Açores foram reforçados

A tempestade tropical Helene irá causar ventos fortes que deverão atingir os 150 km/h no Corvo e nas Flores, de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O mau tempo vai atingir sobretudo as ilhas do grupo ocidental que estão sob alerta vermelho. Os efeitos da tempestade vão fazer-se sentir durante o fim de semana com períodos de chuva muito forte, agitação marítima que poderá atingir 8 a 12 metros de altura e ventos de 100 km/h com rajadas até 150 km/h.

O IPMA refere "uma probabilidade elevada", entre 80 a 90%, da tempestade passar "muito perto ou sobre o grupo ocidental" na noite de sábado ou na madrugada de domingo.

Já o grupo oriental deve ser o menos afetado pelo ciclone que se desloca para nordeste. E que no domingo deverá ficar menos violento, altura em que a tempestade deve passar a extratropical.

Os serviços de proteção civil dos Açores foram já reforçados com o objetivo de prevenir acidentes que possam ser causados pela tempestade. Foi enviado um dispositivo operacional e uma equipa da Direção Regional de Saúde para as Flores e o Corvo por causa do Helene.

O Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores adiantou ainda que “as diversas entidades com responsabilidade no âmbito da Proteção Civil estarão todas de prevenção a partir deste sábado, nomeadamente os Serviços Municipais de Proteção Civil, as direções regionais das Obras Públicas e Comunicações, do Ambiente e da Saúde, assim como todas as 17 corporações de bombeiros da região.