Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Andar numa montanha russa pode ajudar a tratar as pedras nos rins (e esta afirmação tem base científica)

Anadolu Agency/ Getty Images

A conclusão é de uma investigação de dois médicos norte-americanos, que começou por um acaso. O trabalho foi agora distinguido com o Prémio IgNobel da Medicina, um galardão para estudos que “primeiro fazem as pessoas rir, depois pensar”

São investigações improváveis, mas sempre bastante sérias. “Primeiro fazem as pessoas rir, depois pensar”, assim se descrevem os Prémios IgNobel, que, entre várias categorias, distinguem também as estranhas descobertas da Medicina. Este ano, os vencedores foram os médicos norte-americanos Marc Mitchell e David Wartinger, que provaram que alguns tipos de montanhas russas podem remover as pedras nos rins. Improvável, não é?

Resumidamente, o trabalho dos dois médicos, intitulado "Validation of a Functional Pyelocalyceal Renal Model for the Evaluation of Renal Calculi Passage While Riding a Roller Coaster,", e que foi publicado pela Revista da Associação de Osteopatia Americana, recomenda a todos os que sofram de pedras nos rins que andem de montanha-russa com regularidade. Mas não numa qualquer: as mais calmas e com menos quedas a pique são mais eficazes.

A inspiração, revela a BBC, surgiu quando um paciente do médico David Wartinger, que tinha sido alvo de um diagnóstico de pedras nos rins, regressou para mais uma consulta. Nesse dia, o doente disse que uma das pedras tinha sido expelida após ter andado na Big Thunder Mountain, uma montanha-russa sem grande violência na Disney World, na Flórida, de onde tinha regressado havia uns dias.

Wartinger questionou-se: seria apenas coincidência? O paciente voltou a andar em montanhas-russas e o mesmo voltou a acontecer. Então, o médico, em parceria com Mitchell, construiu um modelo em silicone que recriava o sistema renal do seu paciente e levou-o a fazer uma série de viagens em atrações de parques de diversões. Afinal, a Big Thunder Mountain era mesmo eficaz.

E porque é que a atração mais parada é mais eficiente que as mais assustadoras? Pelos movimentos. Enquanto as maiores acabam por ter muitos momentos em queda livre, atrações como a Big Thunder Mountain têm movimentos mais suaves a subir, a descer e para os lados (como aliás pode ver no vídeo).

Os prémios IgNobel são sempre entregues em setembro e, além da Medicina, distingue mais nove categorias: Antropologia, Biologia, Química, Educação Médica, Literatura, Nutrição, Paz, Medicina Reprodutiva e Economia.