Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Afinal, João Araújo mantém-se na defesa de José Sócrates

Luís Barra

Advogado continua a representar o ex-primeiro-ministro na Operação Marquês

Rui Gustavo

Rui Gustavo

Jornalista de Sociedade

O primeiro advogado a dar a cara pela defesa de José Sócrates continua, afinal, a defender o ex-primeiro-ministro. Contactado pelo Expresso, João Araújo afirmou: "não confirmo, nem desminto". E justificou a posição por considerar que "não é do interesse público". Pedro Delille, que se juntou à defesa já com o processo a correr diz que "claro" que João Araújo nunca abandonou a defesa de Sócrates.

Em abril deste ano, a revista Sábado noticiou que João Araújo tinha abandonado a defesa "por divergências estratégicas" . Em declarações ao Sol, o advogado afirmou que não era "despedível" e explicou que se entende "que um caminho é devido, qualquer outro é indevido". E de facto, os últimos requerimentos e comunicados da defesa de Sócrates eram assinados apenas por Pedro Delille.

Hoje, falou na qualidade de advogado de Sócrates à agência Lusa e, segundo garante Pedro Delille, nunca deixou de ser advogado do ex-primeiro-ministro