Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Proteção Civil reforça meios no combate ao incêndio de Loulé

O número de operacionais que estão a combater o fogo que deflagrou este sábado no Algarve foi reforçado desde as 13h00 para quase o dobro, totalizando já 230, além de cinco meios aéreos

A Proteção Civil reforçou os meios no combate ao incêndio que deflagrou este sábado na freguesia do Ameixal, concelho de Loulé, distrito de Faro, estando a combater as chamas 230 operacionais, apoiados por 70 viaturas e cinco meios aéreos.

Pelas 13h00, a página da internet da Proteção Civil indicava que este incêndio estava a ser combatido por 125 operacionais, 33 viaturas e seis meios aéreos. Uma hora depois, o dispostivo no terreno quase que duplicou.

Segundo Manuel Cordeiro, adjunto de operações da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), o incêndio deflagrou pelas 11h 25, com duas frentes ativas, "uma a ceder aos meios, e outra a lavrar ainda com intensidade", numa zona de mato, de "difícil acesso". Àquela hora, segundo este operacional da ANPC, não havia povoações em risco.