Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Incêndio em Loulé tem duas frentes ativas mas não há povoações em risco

O fogo que lavra no Algarve está a consumir apenas mato e eucaliptal e está a ser combatido por 276 operacionais, não havendo pessoas em perigo

O incêndio que deflagrou este sábado em Ameixal, no concelho de Loulé, Faro, está a lavrar em duas frentes ativas, uma de um quilómetro e outra de quilómetro e meio, consumindo apenas área de eucaliptal e de mato, segundo a Proteção Civil.

Às 15h15 a página internet da Proteção Civil indicava que as chamas, que lavram desde as 11h23, estavam a ser combatidas por 276 operacionais, 89 viaturas e cinco meios aéreos.
Manuel Cordeiro, adjunto de operações da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), tinha adiantado por volta das 15h10 que uma das frentes ativas, virada a sul, de um quilómetro, consome uma área de eucaliptal "de difícil acesso, aumentando de intensidade em vários pontos".

A outra frente ativa, virada a oeste, "tem um quilómetro de meio e lavra numa zona de mato e de eucaliptos".
Segundo este adjunto da ANPC não há povoações em risco.