Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Fogo de Monchique avança em direção a Portimão

O incêndio que lavra em Mochique desde sexta-feira complicou-se durante a noite. A intensidade e a mudança de direção do vento está a dificultar o combate que conta com 1200 homens no terreno, apoiados por mais de três centenas de viaturas e 19 meios aéreos. O comandante distrital da proteção civil de Faro, Vitor Vaz Pinto, fez o ponto da situação às 10h

Durante a noite, a zona norte da vila de Monchique voltou a estar em perigo, com várias casas ameaçadas. Mais de 250 pessoas tiveram de ser retiradas de casa.

As chamas chegaram a estar a cerca de 500 metros do quartel de bombeiros e do convento de Nossa Senhora do Desterro.