Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Astronauta alemão fez fotografias do incêndio em Monchique a partir do espaço

Alexander Gerst também captou imagens do incêndio que se encontra ativo desde o final de julho na Califórnia, nos Estados Unidos

O incêndio em Monchique é visível a partir do espaço e foi fotografado pelo astronauta alemão Alexander Gerst, que partilhou as imagens no Twitter. Gerst, que trabalha na Agência Espacial Europeia, captou as imagens nesta segunda-feira.

Na fotografia mais aproximada é visível uma coluna de fumo por cima da região onde as chamas lavram há dias em Monchique, distrito de Faro, e que se estendia até à costa sul de Portugal, por cima do mar. Na legenda o astronauta alemão escreveu: "Padrão climático dramático sobre Portugal hoje. Parece uma mistura de pó, areia e fumo".

O incêndio rural que lavra desde sexta-feira em Monchique afeta igualmente os concelhos de Silves e Portimão, também no distrito de Faro, tendo destruído casas e muitas viaturas. Há 29 feridos ligeiros e um grave, com prognóstico favorável. Segundo o Sistema de Emergência da União Europeia, nestes cinco dias arderam já cerca de 17 mil hectares.

O astronauta também registou o grave incêndio que está ativo desde 27 de julho no norte da Califórnia. Alimentado por vegetação seca, vento e altas temperaturas, já é o mais grave da história daquele estado norte-americano.

O incêndio, conhecido como ‘Mendocino Complex’ e que tem duas frentes ativas já consumiu 114.850 hectares de terra, uma área semelhante ao tamanho da cidade de Los Angeles, informaram as autoridades, na segunda-feira.