Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Fogo em Monchique já obrigou a evacuar aldeia em Odemira, no Alentejo

O incêndio na serra de Monchique, Algarve, já atingiu manchas florestais no concelho vizinho de Odemira, Alentejo, onde uma pequena aldeia foi evacuada por precaução, disse hoje à agência Lusa o presidente do município alentejano

O incêndio na serra de Monchique, Algarve, já atingiu manchas florestais no concelho vizinho de Odemira, Alentejo, onde uma pequena aldeia foi evacuada por precaução, disse hoje à agência Lusa o presidente do município alentejano.


Segundo José Alberto Guerreiro, o fogo "tem andado no limite entre o Algarve e o Alentejo" e queimou "cerca de 30 hectares" na serra de Algares, na Freguesia de S. Teotónio, em Odemira (Beja), contígua à serra de Monchique (Faro).


Como medida de prevenção, no sábado à noite foi evacuada a pequena aldeia de Moitinhas, tendo os cerca de 20 moradores passado a noite no centro sociocultural de Saboia, referiu o autarca.


"Hoje de manhã, o fogo estava a cerca e dois quilómetros da aldeia de Moitinhas", relatou José Alberto Guerreiro, indicando que se trata de uma "zona com bastante eucaliptal, mas pouco habitada e com melhores acessos" do que na zona de Monchique.


O autarca avançou ainda que a Proteção Civil deverá instalar um posto de comando no lado do Alentejo, no concelho de Odemira.


O incêndio na serra de Monchique, que deflagrou na sexta-feira na zona da Perna da Negra, estava, cerca das 13:00 de hoje, a ser combatido por 791 operacionais, com o apoio de 208 viaturas e 12 meios aéreos, segundo a página na internet da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC)