Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Monchique: Dominada frente de fogo que passou para Odemira

FILIPE FARINHA

O fogo de Monchique, que lavra desde a tarde de sexta-feira no Algarve, começou a ceder aos meios de combate. Uma das frentes, que chegou a entrar no concelho de Odemira, foi dominada e está a ser consolidada. A segunda frente, que avança em direção a Monchique “está a ceder aos meios de combate”, adiantou fonte da Proteção Civil

A consolidação das operações “contou com uma pequena descida da temperatura e o amainar do vento, mas para a tarde os valores serão diferentes, o que irá dificultar as operações de combate”, destacou a mesma fonte.

O comando da Proteção Civil aponta para mais de 1000 hectares de área já consumida pelas chamas, divididas entre os concelhos de Odemira e Monchique.

Da noite de sexta-feira um incidente com duas viaturas, um tanque de Carnaxide e uma de combate de Oeiras, provocou 12 feridos ligeiros. “As viaturas ficaram parcialmente queimadas”, adiantou a citada fonte.

No local estão 710 operacionais, apoiados por 180 veículos e contam com a ajuda de 11 meios aéreos, incluindo um avião de reconhecimento e avaliação da situação.

O comando da Proteção Civil adianta que os feridos “estão todos a recuperar” e destaca que neste sábado ainda não houve qualquer registo de vítimas. Contudo arderam alguns barracões agrícolas.