Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Calor e trovoada colocam cinco distritos em aviso amarelo

Bragança, Vila Real, Viseu, Guarda e Castelo Branco estarão na sexta-feira em alerta devido às condições favoráveis para ocorrência de trovoadas

Os distritos de Bragança, Vila Real, Viseu, Guarda e Castelo Branco vão estar na sexta-feira sob aviso amarelo, o terceiro mais grave, por causa da possibilidade de trovoadas, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Segundo os avisos do IPMA, estes cinco distritos estarão sob aviso a partir das 11h59 de sexta-feira e até ao final do dia (20h59) devido às condições favoráveis para ocorrência de trovoadas.

Estes avisos somam-se aos outros que estavam já ativos nestes distritos e noutros seis, num total de 11. Todos estes distritos estão desde esta quinta-feira sob aviso vermelho, o mais grave, por causa da persistência de temperaturas elevadas, que resultam da onda de calor que afeta o território nacional e vai prolongar-se por vários dias.

Em alguns locais vão registar-se "máximos históricos" de temperatura, e esta quinta-feira será o dia mais quente, com o IPMA a prever temperaturas máximas que podem atingir os 45 graus Celsius em Évora, enquanto as mínimas não vão baixar dos 17 graus (Leiria).

A situação de muito calor deve prolongar-se por pelo menos quatro dias, com noites "tropicais".

Segundo as previsões do IPMA, o "período excecional de calor" prolonga-se até domingo, com a temperatura máxima do ar, "em grande parte do território do continente", a registar valores da ordem dos 40ºC, com exceção da costa algarvia, que terá máximas ligeiramente mais baixas, entre 30ºC e 35ºC.

No "período mais crítico", entre esta quinta-feira e sábado, em vários locais do Alentejo, vale dos rios Douro e Tejo e na Beira Baixa a temperatura máxima poderá chegar aos 45ºC e, num ou outro local, ultrapassar este valor. Em Évora e Santarém, as máximas poderão bater os 46ºC.

As temperaturas mínimas serão também "muito elevadas", de acordo com o IPMA, atingindo valores próximos de 25ºC "em grande parte do território" e aproximando-se dos 30ºC em alguns locais do interior Centro e Sul, em especial no Alto Alentejo.

Além do calor, estão igualmente previstas poeiras no ar, o que levou a Agência Portuguesa do Ambiente (APA) a alertar para a possibilidade de fraca qualidade do ar em Portugal continental durante este período, devido às concentrações de ozono e às partículas vindas do Norte de África.

Segundo a APA, as condições meteorológicas, com temperaturas muito elevadas hoje e nos próximos dias, com o aumento da concentração do ozono troposférico, sobretudo no litoral do país, e a previsão de poeiras no ar, "conduzem a uma potencial situação de fraca qualidade do ar generalizada para todo o território continental até ao final [do dia] de domingo".

"Estes poluentes têm efeitos na saúde humana, principalmente na população mais sensível, crianças e idosos, cujos cuidados de saúde devem ser redobrados durante a ocorrência destas situações", sublinha a APA, recordando as recomendações da Direção-Geral da Saúde (DGS), que aconselha a população a tomar medidas de proteção, como manter-se em ambientes frescos, procurar manter frescas as habitações e beber muita água, evitando o álcool.