Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Há 15 anos que Marte não estava tão próximo da Terra. Aproveite para ver o planeta vermelho mais de perto

SCIEPRO/Getty

Terra e Marte vão estar esta terça-feira à noite a uns meros 57,6 milhões de quilómetros. Planeta vermelho estará mais visível a partir das 20h55, mas se não conseguir observar o fenómeno esta noite, poderá fazê-lo nas próximas

Primeiro foi a lua, que encheu os céus há dias com a sua tonalidade avermelhada, e agora é Marte, que esta terça-feira à noite estará tão perto da Terra como não estava há 15 anos.

Os dois planetas vão estar a uns meros 57,6 milhões de quilómetros de distância a partir das 20h55 (hora de Lisboa), mas se perder a oportunidade de ver o planeta esta noite, poderá fazê-lo nas próximas semanas, conforme explicou o astrónomo Tim Bedding, da Universidade de Sydney ao jornal australiano “The Sydney Morning Herald”, dando depois algumas dicas para não perder de vista o planeta vermelho. “Uma bola laranja-avermelhada e brilhante surgirá no céu”.

Além de Marte, estarão também especialmente visíveis nos próximos dias Júpiter e Vénus. “É uma boa oportunidade para sair de casa e aproveitar o céu, especialmente para aqueles que vivem em cidades onde a poluição impede de ver o céu com clareza”, afirmou ainda Tim Bedding, distinguindo entre o fenómeno presente e um eclipse. “Não é algo que vá acontecer apenas momentaneamente”.

A última vez que Marte e Terra estiveram tão perto foi em 2003, tendo ficado a cerca de 55,6 milhões de quilómetros do nosso planeta. O fenómeno teve um grande impacto na altura, uma vez que se tratou de maior aproximação entre os dois planetas nos últimos 60 mil anos. Tal aproximação só voltará a acontecer em 2287, mas dentro de dois anos o planeta voltará a estar mais perto de nós - informação que será útil para quem perder não só a oportunidade de o ver esta noite, mas também nas próximas semanas.