Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Portugal chama de volta aviões disponibilizados à Suécia devido ao risco de incêndios

Foto Luís Barra

Condições meteorológicas e de risco de incêndio agravam-se nos próximos dias em portugal

Os dois aviões anfíbios médios que estão na Suécia para ajudar o combate aos fogos chegam na quinta-feira a Portugal devido ao agravamento do risco de incêndio para os próximos dias, anunciou esta segunda-feira o Ministério da Administração Interna.

"Face à previsão de agravamento das condições meteorológicas e de risco de incêndio nos próximos dias, está prevista, na próxima quarta-feira, a saída da Suécia dos dois aviões anfíbios médios que ajudaram a combater os fogos naquele país, com chegada prevista a Portugal na quinta-feira", refere o Ministério tutelado por Eduardo Cabrita.

Em resposta ao pedido feito pelas autoridades suecas junto do Mecanismo Europeu de Proteção Civil, Portugal disponibilizou dois aviões médios anfíbios para combater os fogos naquele país, tendo as aeronaves chegado à Suécia a 25 de junho.

A missão portuguesa é composta por oito elementos da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), entre mecânicos, pilotos e técnicos de apoio.

Na nota, o Ministério da Administração Interna adianta que "Portugal participou de imediato no pedido de apoio internacional das autoridades suecas para combater os incêndios florestais".

O Ministério refere ainda que "a importância do contributo português foi destacada pela Proteção Civil sueca, que elogiou o trabalho dos portugueses no país, assim como pelos meios de comunicação social suecos, que assinalaram o papel decisivo dos meios portugueses no controlo do fogo".