Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Especialista em terrorismo é o novo diretor da PJ

Luís Neves é o novo número 1 da PJ. Almeida Rodrigues estava no cargo há dez anos e pediu ao Governo para sair

Hugo Franco

Hugo Franco

Jornalista

Rui Gustavo

Rui Gustavo

Jornalista de Sociedade

Luís Neves é o novo diretor nacional da Polícia Judiciária. Sucede a Almeida Rodrigues, que estava no cargo há dez anos, e pediu ao Governo para sair. Luís Neves é polícia de carreira (tal como Almeida Rodrigues) e era diretor da Unidade Nacional de Contra-Terrorismo (UNCT).

De acordo com um comunicado do Ministério da Justiça, Almeida Rodrigues alegou "ter chegado o momento de deixar aquele cargo", solicitando "a não renovação da sua comissão de serviço" que termina a 15 de junho deste ano. Solicitação "a que o Governo atendeu". Almeida Rodrigues faz 60 anos em agosto e vai reformar-se.

Almeida Rodrigues foi escolhido há dez anos pelo então ministro da Justiça do Governo PS Alberto Costa que ponderou na altura convidar Luís Neves.

Também o número 2 da PJ Pedro do Carmo está de saída e volta para o Ministério Público de Coimbra, uma vez que é magistrado do MP.

Um dos grandes marcos do mandato de Almeida Rodrigues é a inauguração da nova sede da Judiciária no centro de Lisboa, em março de 2014. Um edifício moderno que concentra todas as unidades, até então espalhadas por vários edifícios, e tem um heliporto.

O Governo destaca as "elevadas qualidades e capacidades profissionais e pessoais" de Almeida Rodrigues bem como a sua "absoluta lealdade e disponibilidade" na liderança da PJ.