Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Colégio do Rosário: a média mais alta nos exames do secundário está aqui

Repetidamente, o Colégio Nossa Senhora do Rosário no Porto tem estado no topo do ranking de médias de exame do ensino privado

Rui Duarte Silva

É a quinta vez nos últimos sete anos que o colégio do Porto tem a média mais alta nos exames nacionais do secundário. E a escola privada também se destaca da média por estimular o progresso dos alunos do 10º ao 12º ano. Mas nem tudo são rosas: os professores das cinco turmas do secundário estiveram entre aqueles que deram notas de classificação interna que mais se afastaram dos resultados dos exames nacionais

À medida que os anos vão passando, o Colégio Nossa Senhora do Rosário (Porto) vai somando vitórias. Em cinco dos últimos sete anos, a escola privada da Avenida da Boavista conseguiu a média mais alta nos exames nacionais do secundário, de acordo com o ranking do Expresso que ordena os estabelecimentos onde se realizaram 100 ou mais provas.

A fórmula para este sucesso? A qualidade e continuidade dos professores, o empenho dos alunos e as fasquias de excelência, explica a irmã Teresa Nogueira, diretora do colégio. Sem ter testes de seleção de alunos, são os €500 de mensalidade que assumem essa função.

O contexto socioeconómico favorável dos estudantes não pode ser deixado de parte na análise dos resultados. Mas professores e alunos não se acomodam àquilo que já têm. A escola tem um bom indicador de promoção do sucesso no secundário: 19,6% acima da média nacional, calculada para os estudantes que à entrada do secundário tinham um nível semelhante.

Mas nem tudo são rosas no colégio da congregação Sagrado Coração de Maria: os professores das cinco turmas do secundário estiveram entre aqueles que deram notas de classificação interna que mais se afastaram dos resultados que os alunos obtiveram nos exames nacionais.