Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Fisco adia para 2020 obrigatoriedade de mudanças na informação empresarial

marcos borga

O exercício de 2019 será cumprido com o novo sistema. Ao longo do ano, as empresas deverão ir enviando para os seus contabilistas os documentos todos, a tempo de poderem ser registados na contabilidade

As novas regras de simplificação no preenchimento da Informação Empresarial Simplificada (IES) serão aplicadas já este ano, mas só em 2020 é que serão obrigatórias, avança o “Jornal de Negócios” esta quarta-feira.

Esta informação foi veiculada pelo secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes, durante uma sessão de esclarecimentos sobre o ficheiro SAF-T, o ficheiro com a sua informação que as empresas, através dos contabilistas, vão ter de enviar para o Fisco para que este possa pré-preencher a IES. “Temos a consciência que temos de criar as condições para que o projeto possa ser implementado”, disse o governante.

De acordo com o secretário de Estado, o exercício de 2019 será já todo garantido com o novo sistema. Ao longo do ano, as empresas deverão ir enviando para os seus contabilistas os documentos todos, a tempo de poderem ser registados na contabilidade. Uma “enorme mudança” e a garantia de que “estão dados os passos para que não se volte atrás”, sublinhou.

Segundo o secretário de Estado, a única exceção serão as empresas que ao longo deste ano cessem atividade que, essas sim, já terão de enviar a sua informação de acordo com as novas regras.