Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Offshores. Fisco investiga 256 portugueses suspeitos de ocultação de fundos

Cidade do Panamá

Joe Raedle / Getty Images

Autoridade Tributária e Aduaneira identificou mais de três centenas de portugueses envolvidos em esquemas de ocultação de milhões de euros em paraísos fiscais, nos últimos três anos

Desde 2015, vieram a público em Portugal (e no mundo) vários casos de esquemas de ocultação de milhões de euros em paraísos fiscais, as ditas “offshores”. Nomes como Swissleaks, Panama Papers, Malta Files e Paradise Papers tornaram-se conhecidos e sinónimos de corrupção para muitos.

De acordo com o “Jornal Económico” esta sexta-feira, a Autoridade Tributária e Aduaneira identificou mais de três centenas de portugueses envolvidos nestes mesmos escândalos, nos últimos três anos.

Estes processos trouxeram a público milhões de ficheiros relacionados com paraísos fiscais e expuseram nomes de mais de 1350 portugueses, tendo o Fisco identificado cerca de um quarto (343) e inspecionado um universo ainda inferior de 256 contribuintes.