Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Futuro Governo de Costa deverá manter Centeno, Santos Silva e Siza Vieira

TIAGO PETINGA / Lusa

Santos Silva deverá manter o lugar de Ministro dos Negócios Estrangeiros, pelo menos até ao fim da próxima presidência portuguesa da União Europeia, que ocorre no primeiro semestre de 2021, escreve o “Público” esta segunda-feira

Se o PS ganhar as eleições legislativas de outubro de 2019, Augusto Santos Silva, Matos Fernandes, Mário Centeno, Pedro Marques, Eduardo Cabrita, Graça Fonseca e Siza Vieira deverão continuar a integrar o Executivo de António Costa, avança o “Público” esta segunda-feira. Dentro do Governo já se fazem contas para a próxima legislatura e há já nomes quase confirmados, garantiram fontes do Partido Socialista ao matutino.

Segundo o matutino, Santos Silva deverá manter o lugar de ministro dos Negócios Estrangeiros, pelo menos até ao fim da próxima presidência portuguesa da União Europeia, que ocorre no primeiro semestre de 2021.

Quanto ao ministro do Trabalho, da Solidariedade e da Segurança Social, José Vieira da Silva, não há ainda certezas. Este poderá continuar na mesma pasta, mas pode até sair e regressar mais tarde, se for necessário substituir Mário Centeno.

António Costa, escreve o “Público”, considera que Vieira da Silva, de 65 anos, tem perfil para tutelar a política orçamental e as contas do Estado.

Fonte do PS garante a permanência de Mário Centeno como ministro das Finanças, apesar deste ocupar agora também a presidência do Eurogrupo. No entender do primeiro-ministro, se Centeno sair Portugal irá perder um lugar de poder no xadrez da União Europeia. O nome de Mário Centeno, lembremos, tem também sido dado como o sucessor de Carlos Moedas na Comissão Europeia.