Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Consumo de álcool entre os jovens desceu para metade em 12 anos

Nuno Fox

Em Portugal, a descida no consumo de álcool foi mais acentuada entre as raparigas: passaram de 13% para 4%, enquanto nos rapazes o consumo desceu de 19% para 11%

Entre 2002 e 2014, o consumo de álcool entre os jovens portugueses com 15 anos de idade desceu para metade - de 16% para 8% -, número semelhante à média europeia, segundo um estudo da Organização Mundial da Saúde (OMS). Esta notícia é avançada pelo “Público” esta quarta-feira.

Em Portugal, a descida no consumo de álcool foi mais acentuada entre as raparigas: passaram de 13% para 4%, enquanto nos rapazes o consumo desceu de 19% para 11%. Ao nível europeu, na média dos 34 países analisados, o consumo regular de álcool entre rapazes e raparigas desceu de 26% para 13%.

Em declarações ao matutino, Margarida Gaspar de Matos, cientista que coordenou este estudo em Portugal, lembrou que o consumo de álcool entre os adolescentes portugueses sempre foi “moderado” quando comparado com outros países.

Na cerveja, a descida de consumo dos jovens portugueses foi de 8% para 5%, no vinho de 3% para 1% e as chamadas espirituosas também decaíram de 11% para 4%.

O estudo em causa emana do Health Behaviour in School-aged Children – um projecto da OMS que, de quatro em quatro anos, analisa os comportamentos de mais de 200 mil adolescentes em 42 países e regiões da Europa e do Norte da América.