Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Taxa Robles. Rio disse a deputados do PSD que “não concorda” com proposta do BE

Rui Farinha/ Getty Images

No mesmo dia em que disse publicamente não rejeitar a proposta do BE, Rui Rio, diante deputados do PSD, defendeu o contrário, assegura o “Jornal Económico” esta quinta-feira

Na terça-feira, Rui Rio não rejeitou publicamente a taxa especial proposta pelo BE em relação a negócios no setor do imobiliário e chegou mesmo a afirmar que “não é assim uma coisa tão disparatada”, o que lhe valeu uma chuva de críticas dentro do partido que lidera. Porém, ainda no mesmo dia, diante de alguns deputados do PSD, Rio defendeu o contrário, assegura o “Jornal Económico” esta quinta-feira.

Várias fontes do PSD contactadas pelo semanário garantiram que tal aconteceu mesmo. Porquê, então, a resposta favorável ao nível público? “Faz parte de uma estratégia de não rejeitar tudo o que vem da esquerda”, disse uma das fontes, identificada pelo “Económico” como “membro do Grupo Parlamentar do PSD”.

O atual líder social-democrata quis passar um sinal de que não rejeita à partida tudo o que o BE e o PCP propõem, mesmo que não concorde com essas iniciativas, escreve o jornal.

Por sua vez, o primeiro-ministro António Costa enjeitou a proposta do BE também na terça-feira, argumentando que esta “repete o imposto de mais-valias que já existe” e “foi feita à pressa”.