Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Inspeção-Geral de Finanças. Estado “perdeu” 1100 milhões de euros por erros e infrações financeiras em 2017

ANT\303\223NIO PEDRO SANTOS

No ano passado, a Inspeção-Geral de Finanças recebeu 1397 queixas e denúncias, 471 das quais foram remetidas para os respetivos centros de competência

Em 2017, o Estado foi lesado em cerca de 1100 milhões de euros por erros, infrações financeiras e comparticipações irregulares, indica o relatório da Inspeção-Geral de Finanças (IGF) referente ao ano passado.

Segundo o “Correio da Manhã” esta segunda-feira, as contas verificadas dizem respeito a mais de uma centena e meia de entidades da administração central do Estado mas também de autarquias e empresas públicas, entre outras.

No âmbito da ação fiscalizadora, o destaque vai para os “823 milhões de euros decorrentes de erros em demonstrações financeiras”, destaca o relatório de atividade da IGF.

De acordo com o mesmo documento, foram realizadas comparticipações financeiras irregulares no valor de 21 milhões de euros e detectados 11 milhões de euros em falta; foram ainda comunicadas infrações financeiras e criminais no valor de 200 milhões de euros.

No ano passado, a IGF recebeu 1397 queixas e denúncias, 471 das quais foram remetidas para os respetivos centros de competência. Destas, 387 (82%) diziam respeito a autarquias.