Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Festa do Avante. PCP acumula prejuízo de quase um milhão de euros nos últimos quatro anos

MÁRIO CRUZ / LUSA

De todos os anos, 2016 foi o pior. Nesse ano, a Festa do Avante registou um prejuízo de quase 500 mil euros

Em teoria, a Festa do Avante é um evento de angariação de fundos para o PCP. Na prática, durante os últimos quatro anos, tem sido um problema financeiro para o partido comunista. Segundo o “Jornal de Negócios” esta sexta-feira, a Festa do Avante registou um prejuízo de quase um milhão de euros (941 mil euros) desde 2014. Pelo menos é isso que revelam os números entregues pelo partido à Entidade das Contas e Financiamentos Políticos (ECFP).

Segundo o matutino, a festa da Quinta da Atalaia, que arranca a edição deste ano esta sexta-feira, tem levantado dúvidas sobre a sua organização contabilística, devido ao difícil acesso aos dados financeiros. O PCP rejeitou facultá-los ao “Negócios”, mas o jornal conseguiu-os por via da consulta dos registos da ECFP.

De todos os anos com prejuízo, 2016 foi o pior. Nesse ano, a Festa do Avante registou prejuízos de quase 500 mil euros, levando a angariação de fundos a registar um resultado negativo de 419 mil euros.

Antes de 2014, o resultado da Festa do Avante tinha sido positivo pelo menos desde 2003, ano até ao qual o “Negócios” conseguiu recolher dados. No conjunto dos anos entre 2003 e 2013, o evento deu um lucro de 4,2 milhões de euros.